Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito

Diferenças entre a União Europeia e o Espaço Schengen

Mapa da Europa

diferenças espaço schengen e união europeia

União Europeia, tratado de Schengen, nomes que ouvimos falar com frequência mas que ainda geram certa confusão. Muita gente se pergunta se os países da União Europeia são os mesmos países do tratado de Schegen e qual é a diferença entre esses dois acordos.

Para começar, é importante saber que apesar de ambos estarem no continente europeu, os tratados não são e não significam a mesma coisa. Podemos resumir que a principal diferença da União Europeia e tratado de Schengen é o objetivo.

Enquanto a EU é uma entidade política e econômica, o Espaço Schengen tem a função de liberar a livre circulação de pessoas entre os países participantes. É por isso que um país da Europa pode ou não fazer parte de um desses acordos.

Origem e criação da União Europeia e Espaço Schengen

Embora a União Europeia tenha atraído maior atenção nos últimos anos, o tratado de Schengen é mais antigo, assinado em 1985 na localidade luxemburguesa de Schengen – por isso o nome do acordo. Desde o início, a proposta foi criar uma zona de livre circulação, com menos controles migratórios em suas fronteiras.

Apesar de ter sido assinado em 1985, os países do tratado de Schengen só começaram a facilitar a entrada e saída em seus territórios dez anos depois, nos limites das nações da Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Luxemburgo, Holanda e Portugal.

Atualmente, 26 países fazem parte do tratado de Schengen, sendo que quatro deles não fazem parte da União Europeia. Entre essas 26 nações, cidadãos residentes ou visitantes estrangeiros podem viajar livremente, sem necessidade de apresentação do passaporte nas fronteiras (exceto se solicitado pelo agente migratório). No tratado de Schengen países da União Europeia também estão presentes, 22 nações exatamente.

Diferente de Schengen, a União Europeia é um bloco econômico criado em 1992. Seu principal objetivo foi a cooperação econômica e política entre os países europeus. Assim, entre as nações participantes existe uma moeda comum, livre circulação de pessoas e um Parlamento com deputados dos países membros, eleitos pelos cidadãos.

União Europeia e tratado de Schengen tem um número de nações participantes semelhantes, sendo a UE composta de 28 países. A entidade foi fundamental para a construção econômica da Europa como conhecemos. Os países membros da EU possuem políticas comuns de defesa, cidadania e de proteção ao meio ambiente, além da ajuda humanitária e proteção civil.

Países da União Europeia

São 28 os países da União Europeia, que acordaram entre si a cooperação de mercado e uma política em comum. Estes são os países da União Europeia:

  • Alemanha
  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Chipre
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estônia
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Hungria
  • Irlanda
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Países Baixos
  • Polônia
  • Portugal
  • Reino Unido
  • República Tcheca

 

Apesar de ter solicitado a saída do bloco econômico, o Reino Unido ainda é considerado um dos países da União Europeia por não ter o processo totalmente oficializado.

Países do Espaço Schengen

No tratado de Schengen países que não estão na União Europeia fazem parte do acordo. São 26 os países do tratado de Schengen:

 

Além dos países do tratado de Schengen, a Bulgária, Chipre, Croácia e Romênia estão em uma análise para entrarem para o acordo.

União Europeia tratado de Schengen para os estrangeiros

No tratado de Schengen países aplicam o conceito de livre circulação, assim como na União Europeia. Por isso, quem visita o Velho Continente tem a facilidade de conhecer várias nações em um mesmo roteiro, contando somente com seu passaporte.

Para visitar os países do tratado de Schengen e países União Europeia não é necessário buscar um visto especifico. Na entrada do aeroporto, ao passar pelo controle migratório, o viajante recebe o Visto de Turismo de 90 dias, renováveis após 180 dias fora da Europa.

Entretanto, a partir de 2021 passa a ser obrigatório para entrar nos países da União Europeia ou no tratado de Schengen a autorização de viagem ETIAS, que tem seu processo totalmente online e faz uma análise prévia do viajante. Assim, a Europa pretende criar um ambiente ainda mais seguro para os moradores e visitantes.