ETIAS Visa for Europe Como prolongar a sua estadia na Europa com o ETIAS - Etias Brasil

Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito

Como prolongar a sua estadia na Europa com o ETIAS

Mapa da Europa

A Europa é um continente cheio de encanto, história, culturas e, um sem fim de coisas que ver e fazer. Por isso não é surpreendente que a maioria dos visitantes queiram prolongar sua estadia para além dos 90 dias permitidos pela autorização de viagem ETIAS.

Qualquer que seja o motivo que possa ter para querer prolongar sua estadia, o período permitido para turistas é de 90 dias, ou 3 meses.

Outro dado importante a reter é que na Europa os vistos de turista são algo diferentes de outras regiões do mundo. Isto deve-se ao acordo de Schengen, do qual fazem parte 26 países da Europa. Assim sendo, o visto de turista é único para todos os países do acordo, não permitindo que o turista permaneça mais de 90 dias em qualquer dos países do espaço Schengen. Contudo, existem algumas formas de conseguir ficar na Europa de forma legal por mais de 90 dias com o visto turista.

O que é o Espaço Schengen e como funciona a autorização ETIAS?

O espaço Schengen nasce de um acordo entre 26 países europeus que aboliram as fronteiras entre si criando uma espécie de país único. Os cidadãos de estes 26 países podem circular livremente entre si sem necessidade de passaporte e, de visto de turismo ou de de residência. Por isso é que existe um sistema de visto único para toda esta região. Uma vez a sua autorização é aprovada, você poderá viajar por toda esta região e o seu passaporte só será carimbado no primeiro país de entrada. Uma vez dentro do espaço Schengen seu passaporte nunca será controlado e seu deslocamento dentro destes países é totalmente livre.

A autorização ETIAS permite ao turista permanecer 90 dias no território em um período de 6 meses. Os 90 dias começam a contar uma vez dê entrada no território. Outro ponto importante é que a autorização ETIAS é um visto que serve para entradas múltiplas no território. Isto quer dizer que durante os 3 anos de validez, o viajante não tem necessidade de pedir outro visto. Contudo uma vez termine a duração do visto, você terá que pedir outro.

A autorização ETIAS permite a entrada em 26 países europeus e vale ressaltar que o acordo não tem relação direta com os países participantes da União Europeia. Ou seja, nem todos os países que fazem parte da União Europeia fazem parte do acordo Schengen e vice-versa.

Regras para entrada e estadia na Europa

Dentro dos países Schengen, os turistas brasileiros devem, a partir de 2021, pedir a autorização ETIAS e, poderão permanecer durante 90 dias e circular livremente por toda a região. É importante lembrar que esses 90 dias estão dentro de um espaço temporal de 180 dias. Ou seja, dentro de 6 meses, você tem 90 dias consecutivos ou não para visitar essa parte da Europa. Mas e o que passa com o resto de países do velho continente?

Por exemplo, no Reino Unido, que faz parte da Europa mas não do espaço Schengen, os visitantes brasileiros podem ficar até 180 dias sem necessidade de visto. Contudo é importante lembrar que caso permaneça 180 dias (6 meses) no Reino Unido, não poderá retornar à região por um período de um ano. No caso de ficar menos que os 180 dias, dependerá do funcionário de imigração para determinar o tempo que vai ter de esperar para voltar a entrar na região. Em outros países, como Irlanda, Bulgária, Romênia, Sérvia, Croácia, Chipre e Bósnia, a autorização de viagem permite ao viajante permanecer 90 dias em cada um dos países, também dentro de um período de seis meses. Ou seja, você pode ficar 90 dias na Bulgária e depois passar 90 dias na Romênia e assim por diante.

Como ficar na Europa por mais de 3 meses de forma legal com a autorização de turista ETIAS?

Com tudo o que a Europa tem para oferecer, ver tudo em 3 meses é uma tarefa quase impossível! Por isso a melhor maneira de viajar será a de intercalar sua viagem entre países do acordo Schengen e os que não fazem parte do acordo, já que as regras de vistos de esses países são distintas às dos países ETIAS.

Dessa forma a melhor maneira de planejar sua viagem seria: visitar países do acordo Schengen por 90 dias, depois ir outros 90 dias para países fora do acordo como o Reino Unido ou os países de leste da Europa, completando assim o período de 6 meses estipulado pela autorização ETIAS. Uma vez termine o período dos 6 meses você poderá retornar à área Schengen com o mesmo visto de entradas múltiplas ETIAS por mais 90 dias. De esta maneira você poderia ficar 1 ano na Europa de forma legal sem necessidade de pedir outro ETIAS. O melhor de tudo? Isto é perfeitamente legal! Porém convém lembrar que não pode trabalhar, já que assim estaria a quebrar as regras dos vistos de turistas de todos os países europeus.

Como ficar mais de 3 meses nos países ETIAS?

Como já explicamos,  a autorização de viagem para turistas somente permite você ficar 90 dias, ou 3 meses nos países do acordo Schengen. Mas também existem opções de prolongar este período, caso seja essa a sua intenção.

Alguns países permitem que você peça uma extensão do período como turista, por exemplo Portugal permite aos turistas brasileiros pedirem uma extensão da sua estadia, permitindo permanecer em território luso 90 dias adicionais. A única pega é que esta autorização somente é válida para Portugal e não inclui os outros países do acordo Schengen. Cada país tem as suas próprias regras quanto à extensão de um visto de turista, o que quer dizer que uma vez saiba o país onde quer ficar terá que procurar as autoridades locais para saber se é possível e quais as condições da extensão do visto.

Outra opção a considerar será a de um visto de longa duração, uma vez tenha terminado o visto ETIAS.  Existem 3 países do acordo Schengen que permitem aplicar para um visto de longa duração (de até 12 meses): França, Itália e Suécia. Mas é um visto que terá que ser pedido com alguma antecedência, já que requer muita papelada como comprovativos de hospedagem e de renda.

Outra possibilidade seria a de pedir um visto de estudante para um curso de longa duração. É um visto que tem alguma facilidade de conseguir e o melhor de tudo é que alguns países, como a Espanha, permite você trabalhar ao mesmo tempo que estuda. Também pode sempre pedir um visto de estudante por um determinado período numa escola de línguas (que normalmente seriam mais 3 meses).

O mais importante de tudo é você lembrar que não pode ficar para além do tempo estipulado pela autorização de turista. Já que nesses casos corre o risco de ficar de 1 a 5 anos banido da União Europeia ou até 10 anos banido do Reino Unido ou Suíça. E poderá ainda sofrer alguma sanção, que varia segundo o país e o tempo em que você excedeu o tempo limite.