Como fazer para trabalhar na Europa

Uma vez que a decisão de trabalhar na Europa esteja tomada, é necessário fazer o currículo e carta de apresentação, validar o diploma e, escolher o país de residência. Cada país da União Europeia tem as suas próprias regras, vistos e requisitos, por isso escolher o país é chave para saber como proceder para encontrar um emprego na Europa e qual visto solicitar.

Com a criação da permissão de viagem ETIAS, os brasileiros poderão permanecer de forma legal no Espaço Schengen durante 90 dias, o que é uma ótima oportunidade para conhecer o Velho Continente, escolher o país de residência e, fazer um curso intensivo de idioma caso seja necessário para a vaga de trabalho.

A autorização de viagem ETIAS é obrigatória para todos os brasileiros a partir de 2021, independentemente de fazer uma viagem à turismo, estudos ou trabalho. Todo o processo é feito de forma online, ao preencher um formulário e pagar uma taxa em Euros.

Uma dica para encontrar ofertas de trabalho na Europa é pesquisar por vagas no país onde se pretende residir, ou para uma cidade específica se você já sabe exatamente o local que deseja morar. A Comissão Europeia também tem um portal onde anunciam vagas para todos os países do continente, o que pode ajudar na pesquisa e também é ideal para entender melhor o mercado de trabalho de cada país.

Outra maneira de trabalhar na Europa é através dos estudos. Em alguns países, como a Espanha, um estudante também pode trabalhar, o que permite fazer estágios em empresas grandes e, consequentemente, ajudar a conseguir um emprego uma vez terminados os estudos. É habitual as universidades terem acordos com diversas empresas, o que facilita o contato dos alunos com o mercado de trabalho.

Existem muitos países da União Europeia que têm convênio com o Brasil, o que também facilita a obtenção de visto de longa duração para poder residir e trabalhar no país escolhido, como é o caso de Portugal, Espanha, França e Itália.

Como tirar o visto para trabalhar na Europa

Para se candidatar a uma vaga de trabalho na Europa é necessário cumprir os pré-requisitos estabelecidos com a empresa. Uma vez que a empresa saiba que o seu perfil se encaixa com o que ela busca, e tenha uma oferta de trabalho disponível, a própria organização terá que elaborar uma carta convite para que seja apresentada com toda a candidatura no Consulado ou Embaixada do país para onde você vai residir.

Depois, é importante reunir todos os seus documentos necessários para a vaga, como:

  • Certificados
  • Diplomas
  • Passaporte
  • Visto e dados de chegada no novo país

Cada país tem leis e requisitos muito específicos para a obtenção de vistos de trabalho ou de longa duração. Contudo, os documentos a apresentar para obter um visto apropriado são quase idênticos. Para pedir um visto de trabalho no Consulado, você terá que apresentar os seguintes documentos:

  • Passaporte com validade superior a 6 meses;
  • Carteira de Identidade brasileira;
  • Formulário de pedido de visto e o pagamento das taxas do mesmo;
  • Contrato de trabalho da empresa e/ou carta convite para trabalhar;
  • Comprovante de meios de subsistência pelos próximos meses;
  • Seguro de saúde e de viagem;
  • Comprovante de alojamento;
  • Atestado de antecedentes criminais emitido pelo Polícia Federal do Brasil;
  • Caso seja casado, a certidão de casamento;

O que preciso para trabalhar por tempo indefinido?

Geralmente, o visto de trabalho tem validade enquanto o seu titular estiver empregado. Porém, uma vez que esteja vivendo na Europa, é possível renovar o seu visto de trabalho nos prazos estabelecidos pelos governos. Se mudar de país, terá que solicitar o visto pertinente dessa outra nação.

Segundo as leis de cada país, você pode solicitar a residência ou a cidadania uma vez cumpra com os anos de moradia solicitados pela legislação. Para saber mais detalhes, entre em contato com a Embaixada ou Consulado do país no Brasil.