Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito

O que é a Carta Convite e para que serve?

Mapa da Europa

carta convite

Em uma viagem internacional existem algumas etapas que são comuns em todos os países, como a passagem pela imigração. É nesse momento que o agente migratório confere os dados do viajante, incluindo a documentação, quantos dias pretende ficar em território estrangeiro e onde vai se hospedar. Para aqueles que optam pelo hotel, o recibo da reserva funciona como comprovação, mas é possível também apresentar uma Carta Convite. Saber o que é a Carta Convite e para que serve pode fazer toda a diferença em sua próxima viagem.

A Carta Convite é um documento que tem a função de mostrar para a imigração do país que se pretende visitar que o turista tem um lugar para ficar ao sair do aeroporto, sendo utilizada somente por aqueles que pretendem se hospedar na casa de familiares e amigos. Para os governos ao redor do mundo, a carta serve como uma forma de controle de onde estará o visitante no período de viagem, além de ajudar no controle migratório.

Por mais que a Carta Convite tenha o peso de um documento, não é algo totalmente formal. Isso significa que não é preciso nenhum trâmite legal para apresentar a carta: basta que o anfitrião escreva o documento, constando dados pessoais e endereço, preferencialmente no idioma do país de destino. Ou seja, se você fizer uma viagem para a Itália, por exemplo, deve contar com a carta convite em italiano. Ao chegar na imigração, é só apresentar a Carta Convite para que o agente migratório faça o devido processamento.

Qual a função da Carta Convite?

A Carta Convite tem funções específicas para o viajante e para a imigração. Do ponto de vista do turista, trata-se de um documento fundamental para comprovar o endereço de hospedagem pelos dias da viagem, tendo a mesma validade que o recibo de hotel, especialmente útil para quem tem familiares e amigos em diferentes nações, e portanto, podem aproveitar a hospitalidade das pessoas nesse período no exterior.

pelo lado dos Governos, a Carta Convite dá a segurança de saber que o estrangeiro tem onde se abrigar, e mais do que isso, tem alguém responsável por seu bem-estar no território. Dessa forma, se algo irregular acontecer, os agentes de imigração sabem onde e quem devem procurar.

Existem modelos prontos de Carta Convite disponíveis na internet, mas de forma geral, o documento precisa informar o nome do turista, o período que o mesmo pretende ficar em território estrangeiro, quem será o anfitrião e seu respectivo endereço. Alguns países não tem inglês (ou português) como língua padrão, por isso, atente-se ao idioma da nação na hora de desenvolver sua Carta.

Documentos que são apresentados além da Carta Convite

A Carta Convite é um documento que será solicitado para aqueles que pretendem aproveitar a hospitalidade de conhecidos na entrada de um país estrangeiro. Quando o turista opta por passar seus dias em um hotel, o recibo ou comprovante da reserva já é suficiente. Além disso, o viajante precisa apresentar seu passaporte e documentos específicos que cada nação pode requerer.

Em uma viagem para a Europa, por exemplo, além do passaporte e da Carta Convite, os brasileiros que entram nos países que compõem o Espaço Schengen precisam também contar com a autorização de viagem ETIAS, uma espécie de liberação eletrônica que tem todo o processo de solicitação e emissão feito de forma online.

Contar com todos os documentos exigidos pelo país de destino em uma viagem internacional é a melhor forma de passar pela imigração. Com todos as informações em mãos, fica fácil sair do aeroporto para começar a aproveitar a viagem.