Ao utilizar nossa página web você aceita a nossa política de cookies. Clique aqui para mais informação. Eu aceito

Dicas como morar e trabalhar legalmente na Espanha

Mapa da Europa

como morar e trabalhar na espanha

A Espanha é um dos países mais procurados pelos brasileiros, tanto para visitar quanto para morar. Isso não é à toa: a combinação de clima agradável, boas oportunidades de trabalho, paisagens incríveis e uma língua materna que lembra o português estão entre os bons motivos para conhecer o país europeu. Quem já visitou a Espanha garante que esse é um país encantador! Mas é possível mudar para lá? Como morar e trabalhar legalmente na Espanha?

Atualmente, estima-se que mais de cem mil brasileiros moram em terras espanholas, uma das maiores comunidades de pessoas do Brasil na Europa. Morar na Espanha tem alguns pontos positivos: o custo de vida não é tão alto, com um salário mínimo do país você é capaz de alugar um espaço e fazer suas compras. Além disso, quem trabalha na Espanha tem direito a sistema de saúdo é público, sem contar o fato de este ser um país extremamente cultural. Por já estarem acostumados com estrangeiros, os moradores costumam receber bem quem vem de fora.

Ficou interessado? Saiba neste artigo como trabalhar na Espanha e quais são os requisitos que você precisa preencher para começar uma jornada em um dos países mais interessantes do mundo!

Quais os documentos necessários para morar na Espanha?

Não basta preparar a mala e fazer uma festa de despedida dos amigos e família, nas dicas morar na Espanha estão a obrigatoriedade de alguns documentos para entrar no país. O primeiro deles é o passaporte, que precisa estar dentro do prazo de validade. É a Polícia Federal o órgão responsável por fazer e emitir o passaporte e tudo pode ser agendado em seu site.

Além disso, você também vai precisar do ETIAS. Essa autorização de viagem foi lançada pela União Europeia recentemente, e visa um melhor controle sobre quem entra e sai dos países. Para emitir o ETIAS você precisa preencher um formulário eletrônico e pagar uma taxa de emissão. Assim, você garante a estadia de 90 dias, tempo que você pode aproveitar para conhecer a região e outros países da Europa, além de começar a pesquisar sobre a moradia na Espanha.

Por fim, você precisará de um seguro saúde. Na Europa, os turistas que entram nos países precisam apresentar o seguro saúde, que garante que você será atendido caso tenha qualquer situação de saúde adversa. O sistema de saúde pública oferece atendimento para estrangeiros em caso de acidentes e enfermidades graves, mulheres em trabalho de parto ou pós-parto, ou ainda pessoas menores de 18 anos de idade.

Vistos necessários para viver na Espanha

Caso você não esteja pensando em morar na Espanha, mas somente visitar o país, não precisa se preocupar com o visto, somente com a autorização de viagem ETIAS que citamos anteriormente. Todo brasileiro que entra na Espanha tem a possibilidade de ficar por até 90 dias, que podem ser renováveis no intervalo de 180 dias fora do local.

Porém, se você quiser morar na Espanha vai pode contar com alguns tipos de vistos específicos. São eles:

  • Dupla Cidadania Espanhola
  • Visto de Estudante
  • Visto de Trabalho
  • Visto de empreendedor
  • Autorização de Residência Permanente – Golden Visa
  • Visto de residência temporária não lucrativa

O ponto mais importante do processo de visto, independentemente do tipo que você escolher, é que a solicitação deve ser feita ainda no Brasil, com o apoio de um consulado da Espanha no Brasil. Nesse local, profissionais podem te orientar a respeito de cada detalhe do processo de visto e como trabalhar na Espanha.

Dupla cidadania Espanhola

O processo de dupla cidadania espanhola é um dos mais rápidos do mundo. Isso porque, são poucas gerações que são reconhecidas com o direito de serem cidadãos espanhóis. Por lei, quem tem direito à cidadania espanhola são filhos e netos de pais espanhóis (mãe e/ou pai), ou seja, somente duas gerações. Assim, se seu descente que veio da Espanha for seu bisavô, já não há mais a possibilidade de requerer a cidadania.
No site do Consulado da Espanha todos os documentos necessários são apresentados, além de um formulário que o requerente pode preencher para saber se tem direito. Uma vez que todos os documentos tenham sido entregues ao Consulado, a cidadania costuma sair em um mês.

Visto de trabalho

Trabalhar na Espanha é a melhor forma de morar legalmente no país. Entretanto, para conseguir esse visto, você precisa já ter um contrato de trabalho na Espanha para dar início ao processo. É a empresa interessada no seu trabalho que fornece uma carta para que você apresente ao Consulado Espanhol. O contratante também deve te enviar uma autorização de residência emitida pelo governo espanhol.
É no Consulado da Espanha que você vai receber informações sobre quais documentos apresentar. Uma das dicas morar na Espanha com contrato de trabalho é que toda a documentação precisa ser apresentada já traduzida para o espanhol, feita por um tradutor juramentado.

Visto de empreendedor

Pensando em abrir um negócio na Espanha? Então você pode solicitar o visto de empreendedor. Ele é válido enquanto seu negócio estiver em funcionamento e permite que você traga sua família para residir legalmente no país.

Assim como outros vistos para morar na Espanha, o processo começa no Consulado Espanhol no Brasil. Geralmente, o visto tem validade de 2 anos, mas pode ser renovado se seu negócio tiver sucesso e continuar funcionando. Além da sua documentação e comprovação da capacidade profissional, o requerente precisa apresentar um plano de negócio detalhado. Depois de 2 anos vivendo legalmente na Espanha, você pode solicitar a cidadania espanhola.

Visto de residência temporária não lucrativa

Esse tipo de visto é dado para as pessoas que querem morar na Espanha, mas não pretendem trabalhar no país, sendo bastante procurado por aposentados. Isso porque, para conseguir o visto, é necessário comprovar uma renda fixa mensal de pelo menos 2 mil euros. Assim como o visto de empreendedor, após 2 anos sem interrupção na Espanha, você pode solicitar a cidadadia.

Nesse caso, é possível também levar sua família para morar legalmente. O período inicial é de 1 ano, que pode ser renovado duas vezes por mais 2 anos cada. Depois, a renovação passa a ser de 5 em 5 anos. Com esse visto você tem os mesmos direitos de um cidadão espanhol, mas não pode trabalhar na Espanha.

Autorização de Residência Permanente – Golden Visa

Você pode também conseguir o Golden Visa de residência permanente, desde que possa desembolsar 500 mil euros (ou mais) para comprar um imóvel e morar na Espanha. Além do passaporte, ETIAS e documentos pessoais, você precisará apresentar o contrato de compra e venda do imóvel.

Essa autorização de residência permanente é oferecida também para pesquisadores, para profissionais altamente qualificados (como cientistas) e atletas.

Como trabalhar na Espanha

Uma das melhores formas de permanecer legalmente e morar na Europa é com o visto de trabalho. Mas como trabalhar na Espanha? Como você percebeu quando falamos de visto, o ideal é que você já saia do Brasil com um contrato de trabalho. Além de ser o método legal, é a forma mais segura de viajar, já que com uma função em uma empresa você ganha o direito de morar e de ser atendido pelo sistema de saúde pública do país.

Alguns sites apresentam vagas para as mais diversas funções na Espanha. Algumas redes sociais focadas no mercado de trabalho também permite a divulgação de vagas. De forma geral, é importante que você tenha escolaridade adequada ao cargo para ter mais chances.

Nós não recomendamos que você vá para a Espanha com o intuito de ficar ilegalmente no país. Caso você leve mais de 90 dias para sair de um país da União Europeia, corre o risco de ser multado em Euros e processado, além da possibilidade de ser deportado. Além disso, retornar ao Espaço Schengen é proibido por no mínimo 3 anos, podendo chegar à 10. Por fim, você sempre terá esse marco em seu passaporte, nos registros de computador.

As melhores cidades para morar na Espanha

Agora que você já tem dicas morar na Espanha, está na hora de conhecer algumas boas opções de cidades para começar sua nova jornada. Vale lembrar que esse tema é muito pessoal e uma cidade que é ótima para uma pessoa, pode não ser ideal para outra. Vamos às principais cidades na Espanha:

  • Madrid
  • Barcelona
  • Valência
  • Sevilha
  • Bilbao
  • Vigo
  • Granada

 

Qual é o custo de vida nas principais cidades da Espanha

Falar em custo de vida é muito relativo, afinal, depende do estilo de vida de cada pessoa. Você pode economizar em saídas e passeios, mas optar por gastar um pouco mais de aluguel. Ou, preferir morar em um local pequeno, e aproveitar todos os pontos turísticos. Mas existe, sim, um custo médio.

Considerando que você esteja indo morar na Espanha com um cônjuge, sem filhos, seus gastos possivelmente cheguem ao salário mínimo de 900€. Algumas cidades, como Madrid, o aluguel é bem alto, mesmo em espaços pequenos. Já Valência, o preço da moradia cai, mas talvez você acabe gastando mais em outros aspectos.

Nesse valor base do salário mínimo incluímos aluguel, água, gás, conta de luz, transporte e alimentação. Mas, mais uma vez, tudo é muito variável. O ideal é pesquisar e até visitar antecipadamente a cidade que você deseja morar para ter uma noção de quanto vai ser o seu gasto.

Mercado de trabalho na Espanha

Nos últimos anos, a Espanha passou por uma crise financeira que deixou sequelas. A taxa de desemprego atual é de 15,2%, e isso afeta tanto os espanhóis quanto os estrangeiros. Na verdade, quem vem de fora encara uma dificuldade à mais, já que a leia espanhola prevê a contratação de imigrantes somente em caso de falta de profissional qualificado no país.

Por isso, os brasileiros podem se aproveitar de seus diferenciais para conquistar uma vaga. Por exemplo, trabalhos que precisem do nosso idioma, como call center, trabalhos de tradução, professores de português ou empresas que queiram investir no Brasil. Além disso, se você é da área da tecnologia pode apostar na Espanha, já que é um dos setores que mais crescem no Brasil e há a ausência de mão de obra local.

Clima na Espanha

O clima na Espanha é muito similar ao que se encontra no sul e sudeste do Brasil. Isso significa que suas quatro estações do ano são bem marcadas. Assim, temos uma primavera florida, um verão com praias, arvores perdendo as folhas no outono e muito frio no inverno. Algumas regiões da Espanha chegam a nevar! Mas é o tipo de clima que os brasileiros se adaptam rapidamente.

Razões para morar na Espanha

Mudar para um país diferente é sempre um desafio. Além da saudade da família e dos amigos, você precisará lidar com uma cultura nova, hábitos diferentes e um idioma que não estamos acostumados a ouvir. Mas, existem boas razões para que você considere morar na Espanha.

O primeiro deles é a localização. A Espanha está em uma área privilegiada da Europa, próxima à vários países interessantes. Isso significa que, além das belezas da Espanha, você poderá facilmente conhecer outros países. Além disso, a Espanha faz parte do Espaço Schengen, um tratado de 26 países que permite o comércio e a mobilidade entre seus cidadãos.
O segundo ponto positivo é a diversidade cultural. A Espanha é um país plural, que mistura cenários tecnológicos com construções clássicas. Grandes artistas nasceram e moraram aqui. Você encontrará diversos espaços para conhecer e aproveitar seu dia.

Por fim, apesar de não ser um país de língua portuguesa, o espanhol também vem do Latim, fazendo com que a comunicação seja mais fácil. Em poucos meses, você será capaz de construir uma conversa e entender o que as pessoas falam. Caso você queira ir preparado, existem centenas de cursos de espanhol no Brasil que podem te ajudar na preparação.
Deu vontade de conhecer a Espanha? Na hora de arrumar as malas não esqueça de seu passaporte, autorização ETIAS e a câmera do celular para registrar todos os lugares incríveis que você vai conhecer.